Parceria permite recuperação de nascente na vila Verde

26 de junho de 2015

Projeto Renascer das Águas integrou atividade da Escola Municipal Profª Ezilda Amaral Ferreira com iniciativa do grupo B Jovem

 10169411_500272920148713_8567746609216881632_nFotos: jornal ACONTECEU/ B Jovem

 

Uma iniciativa que se originou em sala de aula levou a educação ambiental para a prática, entre alunos da Escola Municipal Professora Ezilda Amaral Ferreira, e permitiu, além do contato com o meio ambiente, a recuperação de uma área e garantia de um bem precioso — a água. Unindo forças com o B Jovem, grupo de jovens da Cooperativa Bom Jesus que já executa um projeto na área, foi possível recuperar uma nascente de água abundante na vila Verde.

Segundo a professora e idealizadora Nilva Gaboski, a ação Renascer das Águas começou com as atividades relacionadas ao programa Agrinho, proposta pedagógica já trabalhada em sala de aula, mas passou para a prática com a ideia de recuperar uma nascente dentro da comunidade. “Em tempos passados, quando em momentos de escassez de água, essa nascente serviu como fonte para os moradores, e hoje estava abandonada. Comecei a desenvolver o assunto com os alunos e por meio deles incluímos os pais nessa atividade”, explica.

O grupo B Jovem entrou com o conhecimento e experiência já adquiridos com o projeto Renascer – Recuperação e Manutenção de Nascentes, que desde 2014 visa a conscientização e educação ambiental aos cooperados e produtores da região. “O resultado foi gratificante. Poder envolver as crianças em uma ação de preservação ambiental e ver o interesse delas em colaborar”, expressam as líderes do B Jovem em São Mateus do Sul, Sara Daldin Cordeiro e Patrícia Mayer Orlowski. Segundo elas, a nascente se revelou com uma vazão muito grande, e agora, bem cuidada, vai poder beneficiar ainda mais a comunidade.

O evento de recuperação da nascente contou também com apresentações artísticas dos alunos e shows com as bandas The Samas e Ducerê, realizados no campo de futebol da vila Verde, no sábado (20). A iniciativa contou com o apoio da Fazenda São João Batista – Brangus Guapiara, Loja Maçônica Fraternidade Sãomateuense, Comercial Ivaiporã, Sanepar, Prefeitura de São Mateus do Sul, Cooperativa Bom Jesus, vereador Miguel Paulo Ferreira, Larissa e Wagner Machoski, Alisson Cuba, Olga Graboski, Jeferson Keller, Silvana Wolff, Giovana Tápia Pacheco, Ariane Barbosa, professor Antonio Marcos, funcionários da Escola Municipal Professora Ezilda Amaral Ferreira e jornal ACONTECEU.

837nascente

Resultados foram apresentados à comunidade no sábado (20)

IMG_5881

Projeto Renascer já recuperou mais de 20 nascentes

Criado em maio de 2014, o Renascer – Recuperação e Manutenção de Nascentes reúne jovens filhos dos produtores da região dos 12 entrepostos da Cooperativa Bom Jesus, que formam o B Jovem. Adotando o projeto como uma de suas principais ações, os voluntários conseguiram dar maior proporção à iniciativa, que foi reconhecida nacionalmente com o Prêmio Cooperativa do Ano no quesito desenvolvimento Sustentável e com o Selo Verde do Jornal do Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

A ação consiste em possibilitar o uso e preservação de nascentes, inicialmente as existentes nas propriedades dos cooperados, propiciando a captação da água em condições para o uso, além da recuperação das áreas do seu entorno, devolvendo as condições de preservação e garantindo a sobrevivência da nascente.

A proposta reúne os jovens mensalmente para a intervenção em uma nascente de um dos entrepostos. Segundo as líderes do B Jovem em São Mateus do Sul, as nascentes recuperadas passam por manutenção a cada seis meses e a maioria está sendo efetivamente utilizada, mudando a realidade da propriedade ou da comunidade beneficiada. “Nosso cuidado com a preservação da nascente é levar água com qualidade para os produtores e suas famílias, e assim vivenciar a preservação ambiental que esse contexto precisa”, explicam Sara e Patrícia, que enfatizam a importância do plantio de árvores para ajudar na filtragem e preservar o olho d’água. “Mas muito mais que ajudar uma família, esse projeto também atua na sociedade de maneira efetiva, pois os rios se formam de nascentes, ou seja, é difundida para a comunidade toda a importância que o complexo água necessita”, concluem.

Desde o início do projeto, mais de 20 nascentes já foram recuperadas, e há o objetivo de intensificar as intervenções realizadas em São Mateus do Sul.

837bjovem 2

Comentários