Lixão do Distrito Industrial enfim é eliminado

31 de outubro de 2014

Secretaria de Meio Ambiente trabalhou esta semana na limpeza de área tomada pelo despejo irregular de entulhos e lixo em geral

807lixão4

O lixo que tomava conta de parte de uma área que deveria ser destinada à instalação de empresas no município, enfim foi eliminado. Os detritos acumulados no Distrito Industrial foram recolhidos por uma equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente ao longo da semana.

O local acumulava principalmente entulhos, mas recebia também todo o tipo de lixo, despejado pela própria população. Segundo o secretário de Meio Ambiente, José Ewerling, o local vai ser cercado para evitar o reinício do lixão, já visando à implantação de novas empresas. “A intenção é limpar o local para desenvolver o potencial industrial da área, que já é de interesse de empresas e deve passar por liberação no ano que vem”, informa.

Ainda segundo ele, o setor está aguardando a liberação de uma licença, ainda nos próximos dias, para voltar a depositar entulhos nas cavas das minas de xisto, nas áreas da Petrobras. A intenção, contudo, exige também um trabalho de conscientização da população para permitir e destino adequado a cada tipo de detrito. “A ideia é destinar às cavas apenas o ‘entulho limpo’, sem outros tipos de materiais provenientes das obras e que devem ser separados. Aí entra um trabalho de educação ambiental”, diz.

Questionada sobre novos entulhos que estão começando a se acumular em uma área da vila Americana, próximo ao campo de futebol do bairro, a Secretaria de Meio Ambiente diz que o terreno é do município e que está sendo aterrado para, futuramente, ser destinado a uma área esportiva. Além de entulhos, no entanto, a região já está recebendo outros tipos de materiais, fato que merece atenção para se evitar o início de um novo lixão inapropriado na cidade.

807lixão2

Problema não termina totalmente

Nesta quarta-feira (29), enquanto concluía-se a limpeza, um caminhão já foi flagrado despejando novos entulhos.

807lixão3

Fotos: jornal ACONTECEU

Comentários