Inscrições no Cadastro Ambiental Rural vão até dia 6

01 de maio de 2015

O CAR visa integrar as informações ambientais referentes à situação das propriedades

car

 

Com informações PMSMS

Termina na próxima quarta-feira, 6 de maio, o prazo para os proprietários de imóveis rurais realizarem o Cadastro Ambiental Rural (CAR). O registro é obrigatório para todos os imóveis rurais e visa integrar as informações ambientais referentes à situação das Áreas de Preservação Permanente (APP), de Reserva Legal, de vegetação nativa, entre outra

O cadastro é feito no site do Instituto Ambiental do Paraná (IAP). Entidades como Emater, os Sindicatos Rurais e o Sistema Faep/Senar estão dando suporte a proprietários que precisem de ajuda na realização do cadastro. O IAP também disponibilizou um manual completo para auxiliar os proprietários. “Estamos alertando nossos agricultores para que realizem o cadastro no prazo determinado”, explica o secretário municipal de Meio Ambiente, José Ewerling.

Para realizar o cadastro, os proprietários precisam ter em mãos CPF (ou CNPJ em caso de pessoa jurídica); documento de comprovação da propriedade do imóvel ou posse rural; a planta do imóvel (para imóveis maiores que quatro módulos fiscais; ou o croqui do imóvel, que é elaborado no momento do cadastro, para a pequena propriedade); e o CEP do endereço do imóvel. Em alguns casos, também poderão ser exigidos termo de compromisso;  averbação da reserva legal ou autos de infração.

Segundo o município, o CAR garante uma série de benefícios tanto aos proprietários quanto à administração pública. O cadastro permite o planejamento do imóvel rural, a comprovação de regularidade ambiental, além de garantir aos proprietários de imóveis rurais o acesso a crédito, ao Programa de Regularização Ambiental (PRA) e ao Pagamento por Serviços Ambientais (PSA). Para a administração, o CAR funciona como um instrumento para o planejamento de políticas públicas voltadas ao meio ambiente, além de possibilitar o conhecimento da realidade ambiental no meio rural da região. Além disso, o CAR garante maior precisão na fiscalização e no monitoramento da cobertura florestal regional e facilita o licenciamento ambiental e outros serviços.

Comentários