Comitê de Trabalho Interinstitucional avalia andamento do Plano de Arborização Urbana de São Mateus

15 de abril de 2016

Projeto foi bem visto pelos avaliadores, sinalizando positivamente quanto à aprovação quando concluído; fase de inventário continua

 

12980692_1064008900330763_2017353428_oFotos: Assessoria PMSMS

 

A equipe que conduz a elaboração do Plano Municipal de Arborização Urbana recebeu, na última segunda-feira (11), a visita do Comitê de Trabalho Interinstitucional para Análise dos Planos Municipais de Arborização Urbana, para uma pré-avaliação do projeto a partir do que vem sendo executado.

O comitê é formado por integrantes de diversas entidades, como Ministério Público, Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea), Companhia Paranaense de Energia (Copel) e Instituto Ambiental do Paraná (IAP), que acompanharam a apresentação do Plano, pela manhã, na Câmara Municipal, e depois conheceram o trabalho de campo que vem sendo realizado para inventariar as árvores do município. No final do dia, se reuniram na sala de reuniões da Prefeitura para explanar suas considerações.

Os apontamentos foram favoráveis e sinalizaram positivamente quanto à continuidade dos trabalhos, com resultados que prometem ser promissores. “O comitê tomou nosso plano como referência no Estado e disse que vai orientar outros municípios a seguirem o mesmo modelo”, conta satisfeito o secretário municipal de Meio Ambiente, José Eweling.

A elaboração do Plano está acontecendo a partir de um termo de cooperação técnica com a Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) Campus Dois Vizinhos, que dispôs profissionais e universitários para colaborar no desenvolvimento dos trabalhos, e permite a utilização de modernos equipamentos, como o tomógrafo e o sensor de raiz, para as análises de risco. O convênio já contou com uma etapa de diagnóstico de percepção da população acerca do plano, e neste momento executa o inventário das árvores da área urbana. O trabalho também conta com uma parceria com estudantes do Curso Técnico em Meio Ambiente do Colégio Estadual São Mateus.

 

Inventário

Segundo a equipe, 20% do inventário já foi realizado, abrangendo a área central, que será concluída nos próximos dias e já vai permitir iniciar o plantio de diversas espécies. As mudas serão doadas pela Copel. “Daremos prioridade para aquelas regiões onde foram implantadas as novas calçadas, e então preenchendo áreas com menos quantidades de árvores, levando em conta aspectos técnicos e o diagnóstico de percepção feito com a comunidade na etapa anterior”, adianta o engenheiro florestal Ciro Costa. Até o fim do ano, todos os 16 bairros do município devem passar pelo inventário, permitindo novos plantios e também, após a análise de risco, a retirada de árvores em situação de risco, espécies exóticas invasoras e plantas tóxicas, com a substituição adequada posteriormente.

A equipe já adianta que deve marcar em breve uma consulta pública para informar os moradores do centro sobre os plantios, descrevendo as espécies, locais e razões. Tal encontro deve acontecer em todos os bairros, atendendo à proposta participativa do plano. Após a conclusão do centro, a próxima região a passar pelo inventário abrange o Jardim Santa Cruz, vila Verde e vila Palmeirinha.

A entrega do documento final do Plano Municipal de Arborização Urbana está prevista para ocorrer em abril de 2017.

 

12980896_1064008853664101_586868022_o

Comentários