Desacelerar é preciso!

popup

Quando assumi o jornal ACONTECEU, na década de 90, não poderia imaginar que aquele pequeno tabloide em preto e branco ganhasse uma posição de tanto respeito na imprensa local e um espaço tão caloroso no coração dos são-mateuenses.

Superando os desafios de se fazer jornal no interior, crescemos com trabalho, prezando pela máxima de levar informação às pessoas, longe de qualquer distorção ética. Alcançamos a casa das pessoas, conquistamos sua confiança e passamos a ser uma indispensável companhia semanal para muita gente, que costumava dizer que quinta-feira sem Jornal ACONTECEU não era quinta-feira.

E assim como essa jornada idônea moldou esse veículo de comunicação, esse jornal tem papel fundamental na minha própria formação, pessoal e profissional. Ainda sou o mesmo rapaz que se virava como podia para produzir jornal sem todas as facilidades tecnológicas que temos hoje, e que ainda pegava a velha moto (hoje totalmente restaurada) na manhã seguinte para entregar cada exemplar. Só que agora acumulo uma bagagem sem igual em aprendizado, que hoje aplico no meu dia a dia como cidadão, como empresário, como marido, como pai, e que atribuo grandemente à presença do jornal em minha vida.

Carregamos sem modéstia o slogan “Há tantos anos escrevendo a história de São Mateus do Sul”. Porque eu fico orgulhoso em olhar para trás e ver que o jornal colaborou no registro de mais de duas décadas de momentos marcantes de São Mateus do Sul e contou a história de tanta gente incrível. Pelas páginas do ACONTECEU passaram algumas notícias difíceis, outras tristes, outras que exigiram nosso engajamento também pelo papel social que representamos, outras curiosas, outras felizes. Não nos acuamos quando era necessário pulso firme e valorizamos cada boa notícia como propulsão para sempre buscar o melhor. Acho que é daí que vem a principal lição do ACONTECEU em minha vida.

Mas, afinal, nós também precisamos escrever a nossa própria história, que pode ter muitos capítulos altivos, e que às vezes também demanda de um capítulo de calmaria para retomar o fôlego. Embora seja inerente a mim a gana por empreender, criar, buscar o novo e tentar sempre evoluir, características que aplico hoje também em outros negócios, entendo que também é preciso respeitar o momento de desacelerar, e valorizar a saúde, a família e a vida em si. Peço, gentilmente, aos nossos milhares de leitores, que acolham e entendam minha decisão.

Portanto, agradecendo imensamente pela parceria de todos os leitores nesses mais de 20 anos, informo que o jornal ACONTECEU está interrompendo suas atividades, temporariamente. No momento, estamos deixando de circular na versão impressa, saindo da internet e pausando também nossa querida Revista Conte, mas estou certo de que o jornal permanecerá na memória de muita gente. Orgulha-me muito fazer parte da história desta cidade, que, para mim, é a melhor cidade do mundo. São Mateus do Sul, muito obrigado, e até logo!

Adriano Padilha Pageski, diretor do jornal ACONTECEU

 

Obs 1. O jornal ACONTECEU solicita que assinantes que têm crédito a receber, por consequência da interrupção da assinatura, se dirijam à redação entre os dias 6 e 10 de fevereiro de 2017, das 13h30 às 17h. Agradecemos a compreensão.

Obs 2. O jornal ACONTECEU e a Revista CONTE estão em processo de registro e NÃO estão à venda.

 

Contato:

(042) 99975 8600

adrianopageski@gmail.com